Home office deve ser bem organizado e iluminado

Assumir o compromisso de trabalhar em casa tem suas vantagens. Flexibilidade de horários e a oportunidade de exercer a função em um ambiente mais informal contam como uns dos principais benefícios. Como todos sabem, é preciso muita disciplina para realizar as atividades sem perder o foco, portanto estruturar um home office apropriadamente pode significar garantia de sucesso para quem usa o próprio lar como local de trabalho.

 

Cadeira confortável, boa iluminação e equipamentos que ajudam a desenvolver o trabalho com eficiência são pontos positivos em um home office (Fotos: Thinkstock)

“Um lugar muito bem organizado, calmo para que a pessoa possa se concentrar e com as ferramentas necessárias para desenvolver o trabalho são características importantes de um home office”, afirma a designer de interiores Fabíola Martins. A recomendação da profissional é de que se crie um ambiente onde o profissional não fuja da rotina. “É necessário acordar e se preparar como se estivesse realmente indo trabalhar em uma empresa. É importante respeitar horários de intervalos para poder desempenhar a função da melhor maneira possível”, ressalta.

Como o nome diz, o home office é um escritório dentro de casa. Parece óbvio, mas é fundamental entender que o local de trabalho tem que reproduzir o que seria um dentro de uma empresa, mas em menor escala. ”Materiais de papelaria como folhas, canetas, carimbos e outras instrumentos devem estar disponíveis”, diz Fabíola. Além disso, é preciso uma mesa ou bancada para colocar o computador e impressora.

Ambiente bem organizado - Gaveteiros com pastas suspensas são itens muito úteis em um escritório dentro de casa, segundo a profissional. “Armários com prateleiras também facilitam muito a organização de documentos e projetos”, completa Fabíola. Outra questão que não deve ser esquecida no projeto são os pontos de acesso à internet e telefonia.

A designer lembra que a tendência hoje é utilizar uma linguagem totalmente planejada para o home office. “Para este ambiente, usa-se muito a proposta de nichos que, além de complementarem a decoração, são também funcionais, servindo para colocar livros para consulta, por exemplo”, ressalta.

Cores - A indicação da designer é que se utilize cores claras nas paredes. “Tons agressivos devem ser evitados, pois se passa muito tempo dentro do escritório instalado em casa”, afirma Fabíola, que sugere a aplicação de papel de parede para deixar o ambiente mais despojado. “Um mobiliário madeirado em tons médios para os escuros remetendo a uma biblioteca antiga transmite uma sensação de aconchego”, sugere.

Por ser um ambiente doméstico, alguns fatores devem estar alinhados com a proposta de decoração da casa, de acordo com a profissional. O ambiente, segundo ela, pode ter alguma característica da residência como a cor da parede, mobília ou até mesmo o tecido da cadeira.

Iluminação - A questão de ventilação é fundamental, assim como a atenção que se deve dar à claridade do local. “O espaço deve ter a maior iluminação possível. Ela pode ser feita utilizando lâmpadas econômicas brancas. Caso queira iluminar algo específico, o ideal é usar um spot de Led para focar em um papel de parede, nicho, quadro ou outra opção”, diz.

É preciso deixar à mão tudo o que for usado com frequência, como canetas, tesoura e grampeador, entre outros

Plantas - Quem desejar colocar plantas no ambiente, pode ficar à vontade. “Eu gosto desta ideia para que se dê vida ao ambiente e tire um pouco o ar artificial”, sugere a profissional. No entanto, a designer alerta: é preciso tomar cuidado com exageros.

Cadeiras aconchegantes - Além de uma mesa espaçosa, a cadeira deve ser bastante confortável. Ela precisa ser ergonomicamente correta, com regulagem de altura, apoio para o braço e oferecer uma maneira para que a pessoa possa digitar corretamente. “As que têm sistema relax são ótimas opções, pois o trabalhador não fica sempre na mesma posição, tem mais mobilidade no encosto”, indica a designer.

Como o escritório é dentro de casa, ele não precisa ser tão informal quanto o de uma empresa. “A cadeira pode ser do tipo pelada (com tela no encosto), de couro ou revestida com um tecido mais despojado, como estampas com listras e xadrez, que voltaram com tudo na decoração”, ressalta Fabíola.

 

(Conteúdo Revista Zap Imóveis )